3.9.14

TROIS MOTS














De 8 a 12 de Setembro, a MUNDANO vai receber na sua Galeria mais uma Residência Artística. Desta vez contamos com a presença dos bailarinos e coreógrafos Benoît Lachambre e João Costa Espinho.

Vai ser um work in progress e todos os dias, às 19.00h vai ser feita uma apresentação ao público.
Não é necessária inscrição.
As entradas têm o custo de 5,00€ por dia, ou 15,00€ para os 5 dias.

about:
Trois mots, a work in progress, is a duet by Joao Costa Espinho and Benoît Lachambre and a Par B.L.eux production, Lachambre’s Montreal based company. As both authors meet, they develop choreographic ideas through reflections on somatic practices. They wish to open this reflection to spectators while performing with minimalist ways to address a work that revolves around the three words: I love you. When love is being seen as energy, a dance of relating and chemistry. It presents sub text as a way to simultaneously develop thought, image and sensorial shifts.

Benoît Lachambre, coreógrafo, bailarino e professor. Desenvolve internacionalmente o seu método de exploração associado a técnicas somáticas de dança. Benoît Lachambre ganhou entre outros os prémios " Le Grande Prix de la danse de Montréal 2013" e o Bessie Award em 2006 em Nova Iorque pela sua interpretação na cocriação com Meg Stuart, e Hahn Rowe de "Forgeries, love and other matters". É director da companhia Par B.Leux criada em 1996.

João Costa Espinho, coreógrafo e performer. Concluiu o curso de Pesquisa e Criação Coreográfica do Fórum Dança e participou no Capitals - Encontros Acarte 2003 da Fundação Calouste Gulbenkian. Iniciou o seu trabalho coreográfico em 1997. Representou Portugal na área da dança na Bienal dos Jovens Criadores da Europa e do Mediterrâneo - PUGLIA 2008, e nos Les Repérages danse a Lille em 2010. Mestre em ciências farmacêuticas -Universidade do Porto. Foi estudante Erasmus na Sorbonne Paris Cité onde estudou Oncologia.


enjoy :) 

 

Sem comentários:

Ocorreu um erro neste dispositivo